terça-feira, 28 de junho de 2011

A Galinha dos Ovos de Ouro

"Cocóricó" - óleo s/tela - JG Fajardo



Havia um homem muito pobre, que alimentava a idéia de ser rico. Ele não compreendia como seus vizinhos podiam ser felizes apenas com as poucas frutas e verduras que a plantação deles fornecia. O homem reclamava de tudo, especialmente da galinha que possuia, e que lhe dava um ovo por dia para alimentá-lo. Porém, um dia aconteceu algo fabuloso: a sua galinha tornou-se muito especial. Como de costume, o homem foi ao galinheiro pegar o seu único alimento. Mal acreditou quando percebeu que o ovo era de ouro!
Correu à cidade e o trocou por comida e mercadorias para a sua casa. Mas eis que, na manhã seguinte, a sua galinha extraordinária pôs outro ovo de ouro. O homem, que já não podia reclamar da vida, passou a acreditar que tinha tirado a sorte grande. Com os ovos vendidos no mercado, ele poderia comprar tudo o que quisesse e ainda sobraria dinheiro para o resto da vida. Todos os dias, o homem passou a dormir no galinheiro e, sem falta, a galinha sempre lhe oferecia o metal precioso. Tendo tudo o que precisava, o proprietário entretinha-se guardando os ovos que acumulava. Não se contentando com a sorte, passou a não dormir à noite, atormentado por uma idéia que não lhe saía da cabeça. Pensava que se a galinha punha um ovo de ouro todo dia, dentro dela deveria existir um imenso tesouro. Uma noite, qurendo possuir também o tesouro que imaginava existir dentro da galinha, pegou uma faca e foi ao galinheiro.  Abriu a galinha como que para preparar uma canja. Entretanto, por mais que procurasse, não encontrou nenhum tesouro dentro dela. E até hoje as pessoas falam que não é bom ter ganância, porque isso pode levar à destruição completa do bem mais precioso: a bondade.

Valorize as boas coisas da vida! Agradeça pelas dádivas diárias que recebe! Seja inteligente.
 
 -Todolivro Ltda -

JG Fajardo

Nenhum comentário:

Postar um comentário